Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




abril.jpg

O 25 de Abril foi porreiro para que eu pudesse dizer disparates. Só por isso já valeu a pena. A meu ver, claro. Muitos dirão que mais valia estar calado. Uma opinião tão válida como as minhas. E é isso que ainda deixa muita gente aborrecida.

 

Não valorizamos o justo, mas quem fez o 25 de abril tinha uns tintins do tamanho de duas bolas de bilhar. Para mais, foram a caminho de Lisboa em chaimites. Um veículo discreto. Imaginem irem à festa de aniversário de um amigo, de cueca de lantejoulas e bota de bico, e esperarem que no caminho ninguém vos visse para ser surpresa.

 

Se não tivesse havido o 25 de abril e existisse facebook, só poderíamos ter três "amigos"...mais que isso seria uma conspiração.

 

O 25 de Abril foi O Dia da Liberdade, e o 25 de Abril de 2017, foi o dia de liberdade para Cavaco Silva. Foi a primeira vez desde há muitos anos que ficou livre de ter de comparecer nas comemorações desta data, que tanta urticária lhe provoca. Acho até que na terça-feira não abriu as janelas nem ligou a televisão para que o dia passasse rapidamente.
Suspeito que se Cavaco Silva não tivesse enveredado pela política, hoje seria taxista, a profissão onde o Oliveira é mais venerado.

 

A liberdade tem esta coisa gira que é permitir que quem não a aprecia (para os outros), o possa dizer.

 

Ps - Dizia uma senhora numa antena-aberta, que antes do 25 de abril não havia violência doméstica. Havia, só que não se sabia: não existia a CMTV. Ainda o marido não sabe que vai bater na mulher já a CMTV está em directo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:07


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Aninhas a 09.05.2017 às 12:04

Não havia violência doméstica, na casa dela! Mas na minha aldeia, era quase, porta sim porta sim! Começando na casa de meus pais, o que a minha mãe sofreu e nós filhos tb, dava pra fazer um filme, de terror! O meu pai, era uma grande BESTA! Até k a minha mãe resolveu vir pra cidade, e ai as coisas mudaram, mto antes do 25 de abril! Mas ninguém denunciava, até prq havia o célebre ditado, entre marido e mulher, ninguém mete a colher!:-(
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.05.2017 às 16:09

Aninhas, conta-se que, 3.000 anos antes de Cristo, um filósofo egípcio terá dito: com esta juventude de hoje o mundo não vai durar 100 anos. Provavelmente também havia violência doméstica e etc., menos telemóvel para filmar e por na net. De modo que o mundo é assim. É uma merda. Andam uns descontentes porque foram vítimas de violência doméstica, outros, como o escriba do texto, o gajo, porque o Cavaco não lhes passou cavaco. E eu ando para aqui pho...do, porque tenho de vos aturar, monhé e querido líder (não é o Kim, é o outro) incluídos. Deitem isso para trás das costas e "façam o favor de ser felizes".
Sem imagem de perfil

De pipi a 10.05.2017 às 01:15

Devias era ter levado mais nesse focinho.
Sem imagem de perfil

De Aninhas a 09.05.2017 às 18:46

Ó Sr. Anônimo, aki ninguém atura ninguém! Qdo se lê um comentário, k não se gosta, passa-se pra outro! Ou seja, deita-se pa traz das costas!:-) É mesmo o k fizemos, e felizmente o meu PAPÁ já se foi há mto mto tempo, e não deixou saudades! Agora sua excelência, Sr Anônimo é k parece estar sempre contra tudo e contra todos! Seja mais civilizado, e deite pa traz das costas, os comentários k não lhe agradam, e k nem são comentários aos seus Blogs! Mas, já agora fique tranqüilo, k não farei comentário nenhum aos seus Blogs ! Com td isto, talvez seja igual ao meu pai! :-):-).

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga o Gajo no Facebook


Mais sobre mim

foto do autor










Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D



Os que já se arrependeram...

Histats