Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não vi o vídeo da alegada violação publicado no jornal Esgoto da Manhã. Calma, não é que não goste de películas de cinema de autor, mas a minha sanidade ainda está mais saudável que a do director do Esgoto.

 

Apesar de não ter visto o vídeo vou dizer umas coisinhas...

 

Pelo que me é dado a ver o álcool e a mini-saia são as maiores causas de violação/abuso dos tempos modernos. "Ui aquela gaja de mini-saia está mesmo a pedi-las"; ou, "está tão bêbeda que é aproveitar que nem reage. Se bebe sabe que pode haver consequências". Imagino este pessoal se descobre alguém que toma comprimidos para dormir. "Não acorda? Siga que é tipo self-service. Se tivesse acordado/a nada disto acontecia...".

 

Não sei se concordarão comigo, mas esta corrente de pensamento parece-me perigosa, senão reparem: estava a falar com uma amiga, em que ela diz que se a rapariga não tivesse bebido, nada daquilo teria acontecido. Sem se aperceber, logo aqui foi para fora de pé, pois concluiu que se a jovem estivesse sóbria, não apreciava que o rapaz lhe pusesse a mão na língua-de-gato, naquelas condições.

Depois perguntei-lhe se por acaso um dia exagerasse na bebida se não se importava de ser degustada por um mini-bus de ganeses, e ainda ser apontada como provocadora, quando os rapazes só iam a passar.
Admito que fiquei surpreendido com o silêncio. Talvez esta ideia de ser rodeada por cavalheiros robustos e detentores de marretas à cintura, não lhe fizesse assim tanta confusão.

Percebi que não ficou totalmente convencida com os meus argumentos, e pedi-lhe para substituir a sua pessoa por uma filha. Aqui, disse-me que já estava a desconversar. É complicado. Se nos tocar a nós...

Terminei a dizer-lhe, que nunca faça nada que a deixe "anestesiada", pois pode acordar com vontade de pôr pó-de-talco para assaduras... sem saber a razão.

 

Eu penso sempre como seria comigo... Vou a uma festa, bebo demais, vem de lá um atrevido e usufrui de algum orifício meu sem autorização. Não ia apreciar passar duas semanas sentado numa bóia. Depois ainda gostava e era uma chatice.

 

Isto é a mesma história que roubar alguém bêbado. Um bêbado até é capaz de oferecer tudo. Mas em tribunal isso pode ser revertido por aproveitamento de uma pessoa que não está na plenitude das suas capacidades, apesar de ter dado porque quis...

 

Os que filmaram, talvez se conhecessem um actor porno - ainda hoje me impressiono quando o vejo - que tinha uma giboia de 50cm, e lhes dissessem que na próxima, subiam o pau ensebado sem mãos, o Spielberg que têm dentro deles passava-lhes que era um instante.

 

Nós devemos ter muita calma a abordar estas coisas e os sinais que damos, mesmo que nos pareçam óbvios...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:57



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga o Gajo no Facebook


Mais sobre mim

foto do autor










Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D



Os que já se arrependeram...

Histats