Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A alergia de Cavaco à democracia

por Gajo, em 23.10.15

cavaco.jpg

 

Ontem estive a ouvir o Doutor Cavaco Silva e depois do discurso fiquei com a certeza que o Presidente não comemora o 5 de Outubro, mas no recato do lar assinala condignamente o 24 de Abril, e chora o 25, a ouvir o tema "ó tempo volta para trás".

 

Disse o Professo Aníbal que não pode dar posse a um governo integrado por partidos que sejam contra a NATO ou a UE. Ou seja, a democracia presidencial só aceita pessoas que pensem como ele. Estou aqui a pensar que nome se dá a este tipo de pessoas…são aqueles da ponta direita - falta-me agora o nome. Ai pá tivemos um durante décadas…Não estou mesmo a ver.

 

Aliás, 1 milhão de pessoas que votaram no Bloco e no PC, para Cavaco não contam. O ideal para o Presidente era dar-nos, quando vamos votar, em vez da "liberdade de voto", a liberdade de Cavaco". O professor dizia onde devíamos votar e nós íamos em carreirinha fazer o recado. Julgo até que não se devia votar. Quem pensava assim era um senhor com nome de árvore…ajudem-me…

 

Também queria perguntar ao Presidente em que partido votaram os "mercados" e os "credores". É que os votantes do Bloco e do PC são treta, mas ele mostrou bastante respeito pelo voto dessas entidades. Sugeria nas próximas eleições que as urnas fossem separadas por valor: 5, 10, 20, 50, 100 euros, etc, e assim sucessivamente. Os votos de 500 euros valiam por 500 pessoas. Os desempregados votavam com notas de monopólio para se sentirem parte do processo. E recebiam um chupa democrático com o boletim.

 

Por fim, foi enternecedor ver Cavaco falar com desdém "dessas forças políticas" (Bloco e PC), como se fossem algo maligno à democracia. Para o Presidente a Catarina e o Jerónimo são perigosos, mas, por exemplo, Duarte Lima que foi líder da sua bancada parlamentar, Dias Loureiro, Conselheiro de Estado, etc, são tudo exemplos de vida para qualquer um de nós. Acho que, Cavaco em pequeno nunca ouviu, "cuidado com as companhias". Ou, se calhar, a má companhia era ele. Agora fiquei na dúvida. Também gosto, "diz-me com quem andas que dir-te-ei quem és"…

 

Depois de Sócrates, Passos Coelho, Salgado, Bava, Oliveira e Costa, Dias Loureiro, Duarte Lima, Armando Vara, Portas, etc, que guindaram o país ao sucesso, realmente quem nos mete mesmo medo é a pequenita Catarina, e o avô bonacheirão, Jerónimo. É que com esses dois era capaz de ir jantar e deixar a carteira em cima de mesa. Com os outros, além de ficar nu, ainda pagava a conta e dava dinheiro para o táxi.

 

Antes de terminar, virão aí aqueles, "ah e tal os comunistas comem crianças ao pequeno-almoço". Belos tempos: tomara muito portugueses terem um "bracinho de uma criança" todos os dias para comer. Clima de medo que eles gostam de pôr...

 

"Ah o Bloco quer nacionalizar a Banca". Já chegam tarde, PS e PSD têm feito isso, de maneira original. Pagamos mas não gozamos. Já enterramos 16 mil milhões na banca, sem a nacionalizar. Ou seja, quando dá lucro eles repartem, quando dá prejuízo é "nacionalizada", a bem da "estabilidade financeira" - mais uma vez, o medo. Mas o bloco é que é mau. Funciona assim: para "nacionalizarmos" o BES tivemos de dar, por exemplo, 3 milhões ao Salgado, para ele vir cá para fora e deixar a pulseira, usufruir dos restantes 4 mil milhões, que iremos "patrocinar" para "salvar" o Novo Banco. Só parece confuso. O Bloco né?

 

PS - Uma coisa que me chamou à atenção é que o Presidente pelo andar, anda todo assado. Sugeria um creme gordo ou pó-de-talco com cheiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:00



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga o Gajo no Facebook


Mais sobre mim

foto do autor










Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D



Os que já se arrependeram...

Histats