Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




so.jpg

É com enorme alegria e honra que recebo no Maple o Engenheiro Socas, ex primeiro-ministro. Até estou arrepiado, aquela pele de galinha do campo, sabem? Se sabem, podemos prosseguir. Hoje como oferta para o nosso convidado tenho um cartão de bingo para jogarmos lá mais para a frente durante a entrevista.

 

Engenheiro Socas

Caro Gajo, já dizem os antigos: "o melhor do mundo são os amigos".

 

Gajo

Esperava ser eu a introduzir o tema dos "amigos".

 

Engenheiro Socas

Tenha calma e deixe-me acabar. Não se enerve. Gosta do meu arzinho irritante quando digo isto? Não? Paciência. O que quis dizer é que se o Gajo fosse meu amigo oferecia-me este Maple. É uma categoria. Só em Paris encostei estas costas aveludadas numa coisa com esta qualidade.

 

Gajo

E o engenheiro dá-me alguma coisa em troca?

 

Engenheiro Socas

Em questões de amizade sou desinteressado e isso seria uma amizade interesseira. Com os meu amigos tenho uma relação franca e de reciprocidade desinteressada: eles dão, eu recebo. Simples.

 

Gajo

Foi o que imaginei! Por falar no Maple: que belo fato traz o senhor Engenheiro. Ainda é daqueles que comprava numa das lojas mais caras de Beverly Hills, com preço de amigo de 37 mil euros a unidade?

 

Engenheiro Socas

E a loja fechava quando lá ia. Só atendem um cliente de cada vez. É um local muito selecto onde só vão pessoas com posses. 

 

Gajo

Mas na altura ganhava 5 mil euros mensais, como é que tinha capital para comprar fatos desse valor? Só se no resto do ano almoçava as baínhas e jantava bocadinhos do forro...

 

Engenheiro Socas

Não estou a perceber. O que é que uma coisa tem a ver com a outra? O que é que os preços dos fatos têm a ver com o meu ordenado?

 

Gajo

Nada, nada. Já agora, posso tratá-lo por Engenheiro?

 

Engenheiro Socas

Claro que sim. Que raio de pergunta. O Gajo parece-me muito fraco a fazer entrevistas.

 

Gajo

Não é assim tão claro, Engenheiro. Há pessoas que ficam ofendidas quando lhes chamam algo que não são.

 

Engenheiro Socas

Piadinhas novas. Espero que saiba que com esta entrevista irá perder dezenas de seguidores. Há milhares de pessoas que têm à cabeceira a minha imagem ao lado da imagem da Nossa Senhora.

 

Gajo

Dois embustes?

 

Engenheiro Socas

Não seja assim. Portugal é um país à parte: ainda há uma semana o Pedro Dias foi aplaudido quando ia a entrar para o tribunal. Somos um país de muita fé.

 

Gajo

Verdade, mas na Nossa Senhora ainda acredito...

 

Engenheiro Socas

Mas afinal convidou-me porquê? Eu já não sou primeiro-ministro, estou como o Gajo, desempregado, não vejo o interesse.

 

Gajo

A verdade é que o convidei para ver se me arranja o número do Santos Silva. Sei que ajuda quem precisa e que tem um coração de ouro.

 

Engenheiro Socas

Grande verdade, uma joia de homem. Eu arranjo, mas o santos Silva está como o facebook: não aceita mais amigos. Só eu dou a despesa de 5 mil amigos. E ainda tem 3475 pedidos pendentes. Depois, enquanto não pagar o que lhe devo a amizade dele vale tanto como o shampoo do Nuno Magalhães.

 

Gajo

Chatice. E se o Engenheiro der um toque lá na Lena…

 

Engenheiro Socas

Dei-lhe vários toques enquanto foi minha namorada...se me entende. Sempre fui muito namoradeiro. Não sabia que o Gajo a conhecia. Irra que essa Lena ia com todos.

 

Gajo

Fiz-me entender mal. No Grupo Lena.

 

Engenheiro Socas

Que badalhoca! Também alinhava com grupos?! Disso nunca soube. Ver se vou fazer análises.

 

Gajo

Desisto, já vi que não levo nada.

 

Engenheiro Socas

Já dizia o Sérgio Godinho: "Eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo e não deixam nada".

 

Gajo

Quem dizia isso era o Zeca Afonso. 

 

Engenheiro Socas

Tem provas que não é o Ségio Godinho? É que estou sempre a ser acusado de estar a mentir, mas provar é que nada. 

 

Gajo

Toda a gente sabe que é do Zeca Afonso, está no youtube, há discos...

 

Engenheiro Socas

Isso é curto. Quero provas sólidas. Dizer que a música era dele só porque a música era dele e porque era ele que cantava não chega! Estou farto destas acusações sem sustentação.

 

Gajo

Para desanuviar, pode pegar no cartão de bingo que lhe ofereci?

 

Engenheiro Socas

Já está.

 

Gajo

Então é assim. Eu vou dizendo casos à sorte que aconteceram nos últimos anos em Portugal, e o Engenheiro Socas vai vendo se correspondem aos que estão no cartão, e esperemos que faça bingo, ok? Comecemos: "aterro da Cova da Beira", onde o senhor foi suspeito.

 

Engenheiro Socas

Deixe-me ver…Está cá.

 

Gajo

"Caso Freeport".

 

Engenheiro Socas

Confere. Está a correr bem.

 

Gajo

"As Casas da Guarda".

 

Engenheiro Socas

Linha! Foi rápido.

 

Gajo

Seguimos para bingo. "Casa da Rua Brancaamp": Suspeitas de fraude fiscal.

 

Engenheiro Socas

Isto está encaminhado.

 

Gajo

Caso "Face Oculta, TVI, e Tagus Park".

 

Engenheiro Socas

Cada tiro cada melro.

 

Gajo

Caso "Octapharma".

 

Engenheiro Socas

Está quase, está quase!

 

Gajo

"Vistos Gold".

 

Engenheiro Socas

Hum, não estou a encontrar…estava a correr tão bem. Deixe-me procurar bem.

 

Gajo

Esta tinha rasteira, neste não está envolvido - até agora, claro.

 

Engenheiro Socas

Não? Sabe, são tantos que uma pessoa perde-se. Não estava a fazer batota.

 

Gajo

"Herança da mãe", uma das pontas que levou à investigação atual.

 

Engenheiro Socas

Estava a ver que não saía essa.

 

Gajo

"Monte Branco".

 

Engenheiro Socas

Só falta uma!

 

Gajo

"Operação Marquês".

 

Engenheiro Socas

Bingooooooooooooo.

 

Gajo

Parabéns. Ainda tenho mais cartões, mas se continuássemos a jogar a entrevista não acabava.

 

Engenheiro Socas

Nunca fui condenado. Isto são cabalas. Se com Aníbal tinham de nascer duas vezes para serem mais honestos que ele, comigo nem vale a pena nascerem.

 

Gajo

Tem tido muito azar…

 

Engenheiro Socas

É um facto. Mas noto na sua ironia que não confia em mim e na minha inocência.

 

Gajo

Não, tal como o senhor Engenheiro transportava o dinheiro em malas de carros por não confiar nos bancos. A meu ver faz mais sentido a minha desconfiança. Deixe-me que lhe diga que mais vale dizer que é tudo mentira, como tem feito, que arranjar estas justificações que não enganam uma criança de dois anos. Se é o advogado que lhe dá essas ideias, eu faço isso por metade do preço.

 

Engenheiro Socas

O Gajo não percebe nada disto. Já viu o que aconteceu ao BES? Daí usar o dinheiro do Santos Silva que só confiava em offshores e em bancos suiços. A mala do carro do Perna funcionava como conta à ordem.

 

Gajo

Das poucas coisas que concordo consigo é que já lhe devia ter sido deduzida a acusação. Ninguém deve estar tanto tempo sob suspeita sem ter acusação formada.

 

Engenheiro Socas

Estamos de acordo. Mas tenho dado uma ajuda:  já pus 17 recursos, alguns estapafúrdios, para atrasar o processo e poder dizer que o ministério público ultrapassou todos os prazos que estipulou para me acusar. Se reparar a minha preocupação é com os prazos, não com o que me acusam.

 

Gajo

A sério? E como é que isso se faz?

 

Engenheiro Socas

Imagine que uma mulher encontra o marido na cama com outra mulher. É natural que  suspeite que o marido anda a escorregar no ladrilho. E faz a pergunta: "andas a trair-me"? Está a acompanhar?

 

Gajo

Sim.

 

Engenheiro Socas

O que a minha defesa faz é, em vez de responder se o marido anda a trair a mulher, pede ao ministério público para provar se o marido não tropeçou e caiu sem querer em cima da senhora; se a senhora estava efetivamente nua; se o marido não pensava que era a esposa pois a luz estava apagada; ou se a esposa não seria uma marota e queria fazer uma caldeirada. Além de não responder a nada, atrasa o processo.

 

Gajo

E se o ministério público, por exemplo, conseguir provar que a senhora estava nua.

 

Engenheiro Socas

Põe-se um recurso para encher chouriços a dizer que a senhora não se encontrava nua, pois na altura estava vestida com um tapa-mamilos.

 

Gajo

Certo, mas insisto, e se se concluir que realmente estava nua?

 

Engenheiro Socas

Aí referimos que na  lei não há nada que proíba a nudez e assim sucessivamente.

 

Gajo

E se tudo isso não resultar e concluir-se que o marido traiu a mulher, tal como se provou que o senhor circulava dinheiro em malas, apesar de ter desmentido?

 

Engenheiro Socas

Negar negar negar, dizemos que é tudo uma cabala, uma vergonha, que os prazos para a acusação já foram ultrapassados, etc. É preciso é fazer barulho. Entretanto pomos recursos a dizer que afinal o pénis não era o do marido, que foi muito estranho a mulher ter aparecido em casa àquela hora, quando disse que só chegava à noite, etc, e naturalmente a coisa prescreve ou é arquivada. O importante é nunca responder a nada.

 

Gajo

E se nada disso resultar?

 

Engenheiro Socas

Mudamos o foco para a mulher traida dizendo que a culpa é dela, que é uma galdéria, dorme com todos, e o marido afinal é que é a vítima. Basicamente é o que estou a fazer. A vitimização se bem feita rende sempre. Um mundo de possibilidades.

 

Gajo

Excelente, estou rendido.

 

Engenheiro Socas

Nos casos deste tipo é esta a dinâmica, daí as prescrições e os arquivamentos. As leis já estão feitas para isso mas infelizmente tenho de andar envolvido nesta maçada, que não vai dar em nada, como nenhum dos casos do género até hoje deu.

 

Gajo

Estou a perceber. Estava um bolo na mesa que desapareceu, ninguém comeu, mas olha-se à volta e está tudo com a boca cheia de creme. Olhe, a ser assim, mais vale entregar as chaves da Justiça ao Dias Loureiro. Se as coisas são como diz como é que confiamos na Justiça?

 

Engenheiro Socas

Para ser sincero não me interessa. Pelo contrário, quanto mais se desconfiar melhor para mim. Tenho feito por isso.

 

Gajo

Mudando de tema. Tenho aqui o livro que escreveu. Deixe-me que lhe diga que até se lê bem.

 

Engenheiro Socas

A sério, e fala sobre o quê? Ver se quando tiver um tempinho o leio. Sabe, raramente leio o que escrevo. Tenho pouco tempo.

 

Gajo

Gostei bastante de falar consigo. Quer ir beber um copo este fim-de-semana?

 

Engenheiro Socas

Não posso. Tenho o fim-de-semana ocupado.

 

Gajo

Já sei: ao sábado é para estudar e ao Domingo para acabar a licenciatura. Está a tirar o quê?

 

Engenheiro Socas

Que parvoíce!

 

Gajo

Disse alguma asneira? Não acabou o curso ao Domingo?

 

Engenheiro Socas

Não preciso de estudar, conheço o professor.

 

Gajo

Tá certo.

 

E pronto foi a entrevista possível.

 

PS - Se gostaram partilhem. Isso é porreiro e fico todo contente. Se coiso, fica assim. 

Até podem receber o que escrevo por email. Dito assim parece uma coisa boa. Basta porem o vosso email, no cimo do blog à direita - há lá um campo. Se coiso, fica assim também.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:51

blo.jpg

Jeroen Dijsselbloem disse ontem que os "países do sul", nos quais inclui Portugal, "gastam o dinheiro em copos e mulheres” e “depois ainda pedem ajuda”. Primeiro facto a assinalar: peço que imaginem a borracheira que os pais deste símio tinham quando escreveram o nome que lhe queriam dar, pois em vez de Jerónimo Dionísio saiu Jeroen Dijsselbloem. Pensem nisso...

 

Mas suspeito que há mais problemas de álcool na família. Com esta cara de lobisomem com defeito, sabendo-se que é casado, será que a mulher fez o teste do balão no dia do casamento? É que além de um ancinho com falta de dois dentes, não estou a ver quem pegava nisto no estado normal. Felizmente estou cá eu para reparar nestas coisas.

 

No entanto dizia ao tipo que não tenho paciência para escrever o nome, que é mais honroso pagar um jantar a uma mulher, ou beber um copo, que o gastar em habilitações académicas falsas, como ele fez, para arranjar um tacho. Cada país com os seus valores. Talvez por isso, por não ter estudado, e ter a inteligência de uma sardinha de lata em óleo, ache que a malta do Sul é tudo uma cambada de rameiras e bêbados. Também perguntava ao Blobomboembobom o que pensa, por exemplo, dos milionários Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo, etc, terem sediado as suas empresas na Holanda, pagando aí os impostos, para usufruto dos holandeses e dele próprio, tudo à conta dos tais 9 milhões de vacas e bebedolas.

 

Ainda assim não deixa de ser curioso que isto vem de um rapaz natural da Holanda onde há montras a exibir prostitutas a homens que estão a fumar charros em cafés, tudo legalizado. Certamente depois deste menu, os senhores bebem um galão morninho e vão para o recato do lar. Um exemplo!

 

Outra justificação pode ser a azia por nos países do sul gastar-se dinheiro com mulheres, num jantar, numa conquista, enquanto ele se quiser uma companhia feminina, além de ir para a frente de uma "montra" passar lustro ao castiçal, ter que puxar da carteira e pagar a "bandeirada". De certeza que o Djisseboboom nunca se orientou com uma mulher do sul. E eu compreendo-as, só a pagar e e… Aquele cabelo deve deixar fendas nas costas.

 

Pensando mais profundamente, como costumo fazer, quase levando a cabo uma sessão de psicanálise, talvez o Jerónimo Boboom sinta solidão por ser a rameira do Eurogrupo, ao levar os dias a fazer alfinetes de peito ao Shauble e à Gorda Merkel. Agora ainda mais, e até imagino que tenha os beiços encortiçados, pois tem o lugar como Presidente do Eurogrupo no fio da navalha, por ter levado um enxovalho nas eleições do país dele onde ficou com a votação de um Tino de Rãs, sem fazer campanha, e estas larachas fazem as delícias dos alemães, os únicos que lhe podem manter a malga.

 

Sabem uma coisa? Vou-me abrir com vocês. Suspeito que o João Boboom veio a Portugal e tentou encontrar uma mulher que tivesse a mesma linha de pensamento que ele, de amor aos alemães, que não gostasse dos portugueses, e naturalmente acabou  a noite a beber palhete martelado e a curtir com a Teodora Cardoso. Não vejo outra explicação para este azedume.

 

Dijsselbloem recusou pedir desculpas pelas afirmações, e ainda gozou com quem lhe fez a pergunta. Sinto que não pede desculpa porque acredita mesmo nisto, e provavelmente olha para a sua realidade e nem sonha que seja possível acordar de manhã com cheiro a rosas ao lado e sem ter de pagar a senhora e o respetivo perfume.

 

Para concluir, alguém que diga ao senhor, para quando visitar os países do sul, que existe vida para além do alterne e do álcool. É que com esta vidinha quando regressa à Holanda vai com menos 10 quilos. Gosta pouco o magano.

 

E ele tem sorte que não consigo dizer tudo o que quero pois para escrever o nome dele, praticamente entro em descompensação.

 

Se gostam partilhem, se nem por isso, está bom assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:53

Dia do pai

por Gajo, em 19.03.17

fa.jpg

 

Hoje é dia do pai. O meu é um chato de primeira. Rezingão, teimoso, que às vezes não entende a jóia de filho que sou. No entanto com tanto "defeito" tem uma virtude que eu gosto. Nunca me deixa cair apesar de por vezes me jogar ao chão (esta é só mais uma). Dito isto, quero dizer publicamente que gosto muito dele, e realçar a felicidade que tem em me ter como filho.

 

Agora que disse o que disse atrás, e na eventualidade remota dele ler isto, quero dizer-lhe que as palavras anteriores foram bazófia e que se um dia chegar perto do homem que ele é, já me sinto orgulhoso do meu percurso. Ensinou-me muita coisa, umas aprendi, outras nem por isso, outras ainda, deixei passar, na altura, por burrice. O saldo é francamente positivo para os ensinamentos que me transmitiu. Ensinou-me sempre a pensar no outro, e a perceber o que sentiria se fosse alvo das minhas ações. Diz ele que temos de "saber viver em sociedade"...

 

Fantástica a forma como lida com o meu desemprego, dando-me força, abordando-o como algo que acontece a qualquer um, principalmente pelo período de crise que atravessamos, tipo um "período de férias mais prolongado", que se resolverá mais cedo ou mais tarde, tudo para me não me fazer sentir pior...do que sabe que me sinto . Já eu, também falo pouco no assunto, como se estivesse quase resolvido, tipo um "período de férias mais prolongado". É tema pouco discutido entre nós dois pois sei que o preocupa, porque como pai, sei que teme pelo meu futuro; e que a mim de certa forma me envergonha, porque gostava que se orgulhasse de mim. O desemprego tem uma dinâmica interessante que o Primeiro-Ministro deveria experimentar.

 

Dito isto, agradeço-lhe o pai que tem sido para mim, e que continua a ser, alinhando-me a direção quando necessário. Ainda há pouco tempo evitou que me tornasse durante um espaço de tempo maior do que aquele que foi, um pequeno labrego, quando achei que bigode me ficava bem. A sua eficácia com as palavras e o jeito para me fazer ver a realidade continua a fazer mossa.

 

Obrigado por tudo, melhor pai do mundo.

 

parabéns a todos os pais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15

espanto.jpg

 

A) Não sei se já repararam mas a TVI continua a passar um reality show, de nome, Love on Top, que muito se assemelha a um bar de alterne clandestino junto à fronteira. Bastaram cinco minutos para perceber que já posso dizer a um amigo que pode cancelar a assinatura de canais que passam documentários sobre a vida animal sem roupa. Não minto que fiquei preso à performance de duas meninas que se esfregavam em dois rapazes, com a sensualidade de esquilos com papeira. A melhor parte é que uma delas, para estimular o parceiro, acariciava-o delicadamente como se estivesse a esfolar um coelho vivo com arames. Pouco confiante, de vez em quando dava-lhe dois toques no papa-formigas a ver se lhe tinha crescido o nariz. Uma coisa que me assalta é o orgulho que os pais devem sentir nas suas petizes e nas mais-valias que foram adquirindo ao longo da vida. Já me imagino a ser pai e estar em casa a comentar a aptidão da minha filha para encerar a trave-mestra. Mas pronto, eu sei que sou muito conservador.

 

B) Vou dizer uma coisa mas não vale rir: PSD escolheu a Teresa Leal Coelho para concorrer à Câmara de Lisboa. Depois de 40 negas, a Teresa ia a passar por ali e perguntaram-lhe se tinha compromissos em Setembro. Também é só um mês de campanha e depois fica livre de novo. Escolher a Teresa Leal Coelho é como sairmos de casa para ir comer ao Gambrinus e acabar na roulote de churros da Praça de Espanha. Planear umas férias na Maldivas e terminar o banco de trás de uma Ford Transit importada no parque de campismo da Costa da Caparica. Vai ser giro a disputa entre a Teresa Leal Coelho e a Assunção Cristas. Se a Cristas vence nos vestidos "frutados" pelo joelho, a Teresa Leal Coelho vence no braço-de-ferro. A acompanhar.

 

C) Vou fazer um trocadilho. Detesto mas aqui tem de ser. Então a Pipoca Mais Doce arrumou com o Arrumadinho? Espero que não tenham achado piada. Vamos lá ver; Pipoca Mais Doce e Arrumadinho; nenhum casal que adota estes dois nomes pode acabar bem. Depois ele virou uma "pipoquinha", e já sabem que uma mulher às vezes não pode com ela própria. Ela comenta sapatos, ele ténis. Ela tem um blog "sobre tudo e sobre nada"; ele tem um blog "sobre coisas em geral". A relação estava condenada ao fracasso: só conversavam sobre "nada" e "sobre coisas em geral". Ainda assim, acho que este é um dos raros casos em que ele sai a ganhar com a separação. Foi à conta dela que ele arranjou os 66 mil seguidores no facebook, e com o divórcio, e as partilhas, ainda leva metade dos 250 mil que ela tem (viram a pesquisa que fiz; merecia um prémio).

 

D) A Moda Lisboa deve estar a dar as últimas: encerrou com a Lili Caneças. Já lá vai o tempo em que as modelos exigiam mais que um tupperware de fritos para desfilar. Segundo relatos, dizem que foi um delírio quando ela entrou. Deve ter sido: imaginem a seleção estar a jogar e entrar o Ruy de Carvalho para o lugar do Cristiano Ronaldo. Era um delírio. A Lili disse que foi "muito acarinhada". Eu não vi, mas será que foi carinho ou os seguranças estavam a tirá-la da simpaticamente da passerelle? Ganda Lili! 72 anos, e está para as curvas!

 

E) Gustavo Santos deu uma entrevista, segundo ele, "fantástica"! Vou experimentar a ver se o ego sobe e aquela conversa resulta. "Sou um desempregado espectacular"!.. Hum, nada, sinto-me na mesma. Não há nenhum guru na venda de banha vermelha que não se tenha em boa conta. Diz ele na entrevista "fantástica", que "foi o cão que o ensinou a ser pai". Bom, se é o cão o cérebro lá em casa fica provado que é mesmo o Gustavo quem escreve os livros. Ainda suspeitei do cão. E tudo encaixa. Lembram-se daquele vídeo em que o Gustavo está a esbracejar e a afastar bichos imaginários? Nesse vídeo diz que a violência doméstica "não é culpa do agressor mas sim do sujeito passivo que escolhe sempre e após cada agressão manter-se". Gosto muito da palavra "escolhe". Eu fui ver cão e percebe-se que é um tipo inteligente, que nunca diria estas barbaridades. Apesar de confiar no cão para educar o petiz espero que o miúdo quando for ao wc não vá à procura de uma árvore. Pergunta final: na escola quem é o encarregado de educação? Viram, acaba em "ão"..ão. Estou muito forte na chalaça manhosa.

 

Isto foram umas soltas espectaculares, sublimes, maravilhosas. Foram, ou perdi a noção? (acabou outra vez em "ão")

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34

assuncao cristas vestido kiwis.png

 

É com muita alegria que recebo hoje "No Maple Com o Gajo", Assunção Cristas, líder do CDS-PP. Depois de Paulo Núncio já tenho o "táxi" praticamente todo entrevistado.

 

Assunção Cristas

Caro gajo, deixe-me que lhe diga que tem aqui um belo maple. Só mudava  a forra, tenho um tecido ótimo lá em casa…

 

Gajo

Deixe estar, obrigado. Por falar nisso desejo que recupere rápido dos problemas de visão que tem sofrido.

 

Assunção Cristas

Não percebi, eu vejo otimamente.

 

Gajo

Estava a querer encontrar uma razão válida para justificar os vestidos que costuma apresentar. É que veste os mesmos padrões que a senhora da banca de esquina da feira do fumeiro de Carnide usa para fazer panos de cozinha. Mas deixe lá, nestas últimas semanas os vestidos são o melhor que tem para mostrar. Ofereço-lhe esta pá.

 

Assunção Cristas

Para que quero uma pá?

 

Gajo

Para acabar de se enterrar a si e ao PSD. Na corrida à Câmara de Lisboa, antecipou-se, deixando o PSD apeado, e agora esta machadada quando diz que "não sabia de nada do que se passava no BES".

 

Assunção Cristas

Não se perde nada. O CDS é o partido dos reformados, dos pobres, que defende a educação, a saúde, o ensino, o povo. O PSD atacou tudo aquilo  que o CDS defende. Atacou os desfavorecidos. Se tem estado atento, desde que o CDS saiu do poder que voltou aos seus valores.

 

Gajo

Sim, sim, já reparei, têm dado meia volta ao cavalo. Mas e sobre o documento que assinou relativamente à resolução do BES?

 

Assunção Cristas

Não era o meu pelouro.

 

Gajo

Mais me ajuda. A Assunção era professora, não sabia distinguir um trator de um tuc-tuc, nunca tinha tido pó nos sapatos, e pensava que míldio da tomateira era um gin que levava tomate, e não foi por isso que não foi para ministra da agricultura. No seu governo perceber do assunto não era critério para tutelar qualquer pelouro.

 

Assunção Cristas

Ó Gajo eu não percebo de batatas quanto mais de banca.

 

Gajo

Estou perdido. Agora é candidata à Câmara de Lisboa e já repetiu várias vezes que quer "saber exatamente o que se passa na Caixa Geral de Depósitos".

 

Assunção Cristas

Vejo toda a gente que aparece na televisão a pedir isso. E eu gosto de aparecer. Depois não vejo a incongruência. Se hoje fosse ministra da agricultura a banca não me interessava; como candidata à câmara de Lisboa, sou uma apaixonada pela banca.

 

Gajo

Mas nenhum dos cargos tem a ver com a banca, qual a razão para a diferença de abordagem?

 

Assunção Cristas

Não estou envolvida, homem! Além disso, quando a Maria Luís me ligou para dar o "ok" no email estava de saída para a praia; as lancheiras estavam feitas. Eu tenho um atrelado de filhos. Imagine ir dizer que não ia à praia? Não podia estar a perder tempo com um banco. Já faliram quatro, não era mais um que me fazia perder um dia de praia.

 

Gajo

E as suas responsabilidades?

 

Assunção Cristas

Estava de férias! Olhe, mesmo de férias nesse dia respondi a dois emails. Dei o ok à resolução do BES e o ok a confirmar a presença numa reunião de tupperware…

 

Gajo

E leu o programa da reunião de tupperware?

 

Assunção Cristas

Claro que sim! Acha que dou o ok assim sem mais nem menos? Sou uma figura pública e uma pessoa que tem responsabilidades. Não posso fazer nada sem ter a certeza do que estou a fazer.

 

Gajo

Estamos conversados.

 

Assunção Cristas

É verdade, já pagou o que deve ao Paulo Núncio?

 

Gajo

E a Assunção?

 

Assunção Cristas

Quando disse que ele era um homem de "elevado carácter" foi o meu pagamento, e ainda tenho algum a receber.

 

Gajo

A Assunção não é católica?

 

Assunção Cristas

Muito! 

 

Gajo

Depois de dizer essa barbaridade sobre Paulo Núncio foi confessar-se e lavou a boca com água benta, não foi?

 

Assunção Cristas

E fiz uma limpeza com sal.

 

Gajo

Para terminar: tem esperança de ganhar a Câmara de Lisboa?

 

Assunção Cristas

Não vim aqui para ser gozada!

 

Gajo

Desculpe, não acha uma pergunta lícita?

 

Assunção Cristas

Eu nas últimas semanas tenho tentado fazer os portugueses de parvos, mas já reparei que não estou a ser bem sucedida.

 

Gajo

Está-me a dizer que o Batman  está mais próximo de vencer a Câmara de Lisboa que a Assunção?

 

Assunção Cristas

Acha que ele quer fazer uma coligação?

 

Gajo

É um morcego...

 

Assunção Cristas

É do partido dos animais? Ainda melhor! O Gajo tem o número de telemóvel dele? O email? Sabe que respondo a emails...

 

E pronto, foi a entrevista possível.

 

As próximas entrevistas serão com os últimos dois primeiros-ministros: José Sócrates e Pedro Passos Coelho, que já confirmaram a presença no Maple. Isto se nenhum assunto se sobrepor.

 

PS - Se gostaram partilhem. Isso é porreiro. Pelo menos eu acho. Se coiso, fica assim. 

Até podem receber o que escrevo por email. Dito assim parece uma coisa boa. Basta porem o vosso email, no cimo do blog à direita - há lá um campo. Se coiso, fica assim também.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:49

mulher.jpg

 

Hoje é o Dia Internacional da Mulher, por isso, aproveito para deixar aqui algumas dicas sábias de como o homem se deve comportar para que a comemoração deste dia decorra sem incidentes de maior.

 

1 - Muito importante para começar bem o dia: deixar a tampa da sanita em baixo. O homem que faça isto ganha pontos logo pela manhã, apesar de ela poder desconfiar que deve ter feito asneira e se está a querer limpar. Mesmo assim, vale a pena tentar.

 

2 - Ver se há meias no chão da casa de banho, do quarto, da sala, dentro do micro-ondas, etc. Ter a atenção a isto.

 

3 - Sair e aparecer logo depois com um ramo de flores.  Elas dizem que não gostam, mas fica registado: "Lembras-te? Há 7 anos nem umas flores me compraste no dia da mulher…"; "Disseste que não querias, amor"; "Não interessa o que disse, e não me chames amor"! Não facilitar nisto. Rosas, devem ser rosas. Flores em vaso vai dar confusão.

 

4 - "Amor, hoje apetece-me dançar". Se há coisa que um homem se pela é para dançar. Elas não entendem, mas por norma temos duas madeiras nos pés e a ginga de um esquilo com prisão de ventre. Mas hoje, "fofinha, por acaso até estou mortinho para ir dar um pézinho de dança, tenho pensado nisso o dia todo, até tenho a perna a latejar de vontade". Empenho, caros, empenho!

 

5 - Evitar respirar muito. Nestes dias elas estão, e bem, em modo princesa; devemos evitar incomodar com coisas desnecessárias.

 

6 - No caso da relação ainda estar a dar os primeiros passos, digam o quanto estão loucos para "assentar e ter um compromisso".  Se o assunto vier à baila e se por acaso isto não for dito, vai chegar a altura de vocês perguntarem "o que se passa" e ouvirem o tradicional "nada,  achas que se passa alguma coisa"? Eu não arriscava e diria.

 

7 - Hoje não atendem chamadas de amigos nem do trabalho. "Hoje é um dia só nosso". Parece pouco importante mas evita "nem hoje largas o telemóvel, é tudo mais importante…".

 

8 - Durante 24 horas evitarmos ser hipocondríacos.  Mesmo que estejamos com uma fractura exposta, uma outite, e uma conjuntivite, não se passa nada. "Querido, tens o osso do braço de fora". "Tenho, amor? Nem vi, realmente estava com uma comichãozita"; "Fofo, estás a morder a perna da mesa e agarrado ao ouvido". "Estou, caramelzinho? Pois é, estou a fazer o polimento para dar tinta"; "Mômô, não abres os olhos e estás a lacrimejar pareces um fontanário". "Bebezinha, quando olho para ti só me dá vontade de chorar de tanto que te amo". Ficam aqui algumas formas de tornearmos a situação.

 

9 - Elogiar a condução delas é muito importante. No caso de serem vocês a conduzir, enviar um sorriso simpático ao condutor que se atravessou à vossa frente e quase vos fez ter um acidente, em vez do tradicional, "ó %&((() do &&%/()), abre os olhos, mula".

 

10 - É também dia de assumir as culpas das coisas das quais normalmente não temos culpa. "Tens razão amor, cortaram-nos a luz porque me esqueci de pagar". Amanhã podemos voltar ao: "queres o quê, quando cheguei lá já estava fechado; e mais, só me deste a carta há 3 semanas! Contigo é tudo em cima da hora".

 

11 - Logo à noite dá Benfica vs Dotmund. Esquecer isto! Hoje nem gostamos muito de bola. "Fifi, sugeria em vez de vermos a bola, vermos a SIC Mulher; vai dar um programa ótimo de decoração de marquises". Cuidado!

 

12 - Se por acaso encontrarem uma amiga dela que olha para vocês com um sorriso trocista, neste dia especial não há qualquer problema em  contar tudo às amigas, incluindo que na noite anterior te fantasiaste de jiboia coxa com a roupa interior dela.

 

13 - Muita atenção se ela hoje arranjou o cabelo, pintou as unhas etc. Mesmo que não encontrem nada, elogiar, e dizer que está diferente. Se estiver desconfiada, o "estás mais magra" safa sempre de apertos.

 

14 -  No caso de irem jantar fora e ouvirem 79 vezes "estou quase pronta",  não suspirem e evitem o "anda láaaa". Esta dica parece-me bastante boa se não querem sair de casa a "toque de caixa". Não perdem nada se concordarem  que afinal as duas horas de espera são por terem "pouca roupa" e que os 3 armários apinhados são ilusão de ótica.

 

15 - No jantar quando ela disser "estás a beber muito", sorrir, agradecer a preocupação com a nossa saúde, e beber uma gasosa.

 

16 - Epá, a próxima é muito séria: no caso do jantar ser picante/afrodisíaco, suster o traque maroto e a gargalhada quando ela percebe o novo ambientador que anda no ar. Pode até ser uma oportunidade para encontrar novas brincadeiras conjugais.

 

17 - Importantíssimo: não ressonar. Não pode acontecer nem que levem a noite a fazer conchinha com a cabeça deitada na bola de alfinetes.

 

Podia levar aqui o dia todo, mas a celebração deste dia não é mais que o assinalar quem é que manda nos restantes dias do ano.

 

Feliz dia da mulher!

Não acham estas dicas espectaculares?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:41

carto.jpg

 

Um post da autoria de Tarcísio que teve a amabilidade de me enviar, e que agradeço. Os créditos vão todos para o Tarcísio. Vale muito a pena ler.  

 

Aguardo na Sala Cinzenta, que é onde Trump recebe as pessoas com sangue islâmico, mesmo medieval. É um pouco feia, acanhada e interior mas tem um ventilador no tecto, porque a CIA tinha de ocultar a câmara oculta em algum lugar oculto e alto. Mas não é muito desconfortável e tem até um belíssimo sofá feito de pele mexicana. O mordomo, que é esloveno, já veio perguntar se eu precisava de alguma coisa e uma moça branquinha e engraçada, que é bielorussa, veio trazer-me um cafezinho. Perguntei-lhe como era ser uma “colaboradora” bielorussa na Casa Branca e ela sorriu e disse-me que não era diferente de ser uma “colaboradora” polaca, apenas são apalpadas em dias diferentes e hoje em dia o pessoal recebeu formação e tem mais cuidado para não serem apanhados com a boca na botija.

 

Finalmente, Trump entra, com 45 minutos de atraso, com ar esbaforido, a trunfa loira ligeiramente despenteada . Vem acompanhado pelo secretário, que é moldavo. Atira-se para o sofá à minha frente e começamos a entrevista, sem mais preâmbulos.

DT: Shit, tive uma manhã muito busy.

GD: Bom dia Sr. Presidente.

DT: Bom dia José. Presidente é suficiente.

GD: Humm, ok, Presidente mas o meu nome não é José….

DT: Manuel, então??

GD: Hummm, também não.

DT (para o secretário): Pavel, liga para aquela assessora de imprensa checa e diz-lhe que está despedida. Depois liga para aquela moça búlgara, a das mamas grandes,  que se candidatou a semana passada e manda-a passar no meu gabinete logo à tarde para uma entrevista.

DT (para mim): Sorry, a minha assessora de imprensa tinha-me dito que os Portugueses eram todos José ou Manuel. Já resolvi o assunto. Resolvo sempre o assunto. Mas, diz-me, ao menos trabalhas para a Fox News, os únicos jornalistas decentes???

GD: Hummm, não senhor, trabalho para o Gajo Desempregado…

DT: What the fuck is that??

GD: Apenas um vulgar cidadão, temporariamente fora do mercado de trabalho, que tem uma página no Facebook.

DT: E como se posiciona ele politicamente?

GD: Hummm, é contra o sistema, não tem amigos islâmicos nem mexicanos, denuncia a corrupção.

DT: Ok, got it, parece-me que é cá dos meus, se bem que eu prefira o Twitter, ele já experimentou? Comigo, acabaram-se as conferências de imprensa e sempre que tenho algo a dizer à Nação, I tweet. É outra forma de fazer política. Sou claramente diferente. Por exemplo…

GD: Presidente, desculpe, podemos ir à entrevista?  Tenho o voo de regresso a Lisboa daqui a menos de 3 horas.

DT: Boy, lembra-te com quem é que estás a falar, eu sou Trump, O Todo-Poderoso, se perderes o teu voozinho de regresso, mando o Trump Jet levar-te a Madrid.

GD: Humm, ok Presidente, agradeço , mas é para Lisboa…

DT: Whatever, é tudo a mesma merda….

GD: Se o diz, Presidente…

DT: Então, let’s go on, eu tenho a agenda cheia hoje e ao fim do dia viajo para o sul, amanhã é sábado e tenho um evento social no Texas, uma caçada em El Paso. Vamos para junto da fronteira caçar nómis.

GD: Nómis, Presidente??

DT: Não sabes o que é? Um dia convido-te, vais gostar, é muito divertido e podes trazer o Gajo Desempregado. Vamos para junto da fronteira com o México e quando eles começam a sair dos seus buracos, corremos atrás deles e fazemos tiro ao alvo. Eles correm muito depressa, aos pulinhos, com as mãos na cabeça e gritam todos: “Not me, not me”!!! It’s hilarious.

GD: Ok, Presidente, vamos começar precisamente por aí. Vai mesmo construir o muro na fronteira com o México?

DT: You can bet I will. Vai ser a obra do século. Não percebo qual é o problema. Os Chineses têm a sua muralha e ninguém critica. Porque é que eu não hei-de ter o meu muro? Claramente, nasci para ficar na História. Vai chamar-se Trump Wall. Infelizmente, o presidente do México, um loser, não quis ficar associado a este glorioso empreendimento. Vai arrepender-se um dia. E isto é só o princípio. Por exemplo, países como o Iraque e o Afeganistão terão um muro a toda a volta no futuro. Muita coisa vai mudar. Mesmo o próprio planeta, que foi criado há 6 milhões de anos, já se chama Terra há tempo demais. Um dia vai ser o Trump Planet.

GD: Humm, Presidente, desculpe, não quero contradizê-lo mas actualmente, a ciência crê que a Terra tem cerca de 4.540 milhões de anos de existência…

DT: Rapaz, tens falta de fé, isso é um bocado comunista, lê a Bíblia, vou dar-te aqui o cartão de um dos meus assessores para as questões espirituais…

GD: O mesmo que afirmou que Deus faz ricos os seus fiéis?

DT: Esse mesmo, como é que sabes???

GD: Deixe pra lá Presidente, prossigamos… Qual é a posição da sua administração sobre a base das Lajes, na ilha Terceira?

DT: É boa. Aquilo é praticamente nosso. Vamos voltar em força. Pode levar a notícia. Não tenho tempo para ir lá mas vi fotos e o Nunez, que é desses lados e é cá dos meus fez-me um briefing. Aquilo é uma terra de bom gosto, tem muitos muros, embora baixinhos. Tenho muitos planos para lá, vou mudar toda a decoração da ilha. Todos os muros vão passar a ter 5 metros de altura, vou demolir a City Hall e construir lá uma torre de 20 andares, toda de vidro. Acho piada aquele monte grande, o monte Brasil, vai passar a chamar-se Trump Mount. Vou fazer a base das Lajes great again.

GD: Mas, Presidente, aquilo é território português, acha que o governo vai concordar com isso tudo?

DT: O quê ?  Quem ? O escurinho que está no trono agora? Não gosto dele, é meio comunista e escuro demais para uma boa nação cristã, tínhamos um parecido por aqui e livrámo-nos dele. Já falei com o meu amigo Putin e já sabemos quem vamos pôr lá nas próximas eleições portuguesas. Vai voltar o que estava lá antes, o Peter Rabbit. É um branquinho cristão como convém e é muito bom rapaz, bom aluno, obediente e bem comportado, do tipo que nunca morde a mão do dono. E é inteligente, sabe bem que quem tem dinheiro ganha sempre no fim. Ele podia ser americano. E eu sou muito mais rico que a Merkel.

GD: Certo, Presidente. As suas perspectivas relativamente aos imigrantes e refugiados têm suscitado muitas críticas…

DT: É mentira. Isso faz parte da cabala dos media contra mim. Só deve ler as notícias da Fox News. Só eles é que dizem a verdade. E essa é que eu adoro imigrantes. Não tem conta as pussies eslavas que já apalpei. O problema é que as pessoas pensam que os imigrantes são todos escurinhos. Esses são os maus, os criminosos, comigo não chegam a entrar, ficam do outro lado do muro. Há muitos imigrantes branquinhos, crentes, tudo gente boa. Esses podem vir. Quanto aos refugiados, esse é outro problema. Há muito exagero. Os jornalistas aldrabões passam aquelas peças com aqueles bandos de vagabundos a ocupar ilegalmente espaço público, a choramingar, com fedelhos ranhosos agarrados às pernas,  todos com a tanga bem estudada, que tinham guerra na rua deles e mais não sei quê. Chegam a afogar uns quantos, só para provar que têm razão. Há muito bom americano em guerra na rua deles, contra os mexicanos e vê lá se eles emigram…Por exemplo, a boa e sacrificada comunidade KKK, que há tanto tempo está em guerra contra pretos maus e nem por isso eles emigram…

GD: Estou a ver, Presidente…Outra questão polémica tem a ver com as suas posições sobre o ambiente e o aquecimento global…

DT: Isso não passa de teorias de académicos, que têm de estar sempre a inventar teorias novas para fazer os seus doutoramentos… Qual é o problema do planeta aquecer mais um bocadinho? Há tanta gente que passa frio neste mundo… Deviam era agradecer-me…O Trump Planet vai ser uma bola quentinha e confortável. O gelo derrete nos polos? Fazemos mais fábricas de gelo e despejamos lá…Os icebergs são perigosos… Não viste o Titanic?

GD: Mas, Presidente, mais fábricas? Mas isso não vai lançar mais gases nocivos na atmosfera e piorar o efeito estufa, que é o principal responsável pelo aquecimento do planeta?

DT: Rapaz, já vi que és facilmente sugestionável… É óbvio que não chegas lá…Andas a sintonizar demais o Odissey Channel. Isso está comprado pelos Liberais desde o tempo do Al Gore. Eles contratam mariconços como o Leonardo di Caprio para enganar as pessoas. Não acredites no pessoal do cinema e da música, é quase tudo gays e comunistas. Eu tenho outras prioridades. Entre ver os ursos polares felizes e os Americanos felizes, o que é que pensas que vou escolher? Fuck the polar bears…

GD: Uma última questão, Presidente, consta que o seu orçamento para a Defesa será astronómico…

DT: Boy, qual é a parte de make America great again que não entendeste? Os militares são nossos amigos, verdadeiros patriotas que só querem o bem da Pátria e sabem que Deus está do nosso lado.  Não vou armar-me em sovina, se posso fazer os militares felizes, assim como os meus amigos, os honestos fabricantes de armas, em memória do saudoso Charlton Heston. Nem quero saber da ralé pacifista. O mundo é um lugar perigoso e só os mais fortes vencem. Temos de estar sempre por cima. As armas são boas. Se fossem más, Deus não nos tinha deixado inventar a pólvora. E eu acredito em Deus. E Deus acredita na América (a propósito, já te dei o cartão do meu assessor para assuntos espirituais?). Se a Coreia do Norte nos atacar com um míssil nuclear, nós atacamos com dois, percebeste ou queres que te faça um desenho?

GD: Mas assim, entramos numa escalada nuclear…

DT: Mas a América fica sempre por cima!!!

GD: Mas o que interessa ficar por cima se não houver nada por baixo???

DT: Boy, estás a ficar atrevido. Acho que afinal és da CNN. Olha, diz ao Gajo que se ele quiser, tenho emprego para ele aqui, no mundo do futuro. Preciso de quem me escreva sobre factos alternativos. Tenho uma excelente equipa aqui mas dava-me jeito um correspondente na Europa. Esta entrevista acabou. Boa viagem de regresso a Madrid.

GD: É a Lisboa, Presidente…

DT: Whatever…Pavel, vê se a húngara de mamas grandes já está por aí…

Pavel: A búlgara, senhor Presidente…

DT: Whatever…

 

Washington, Tarcísio Pacheco para o Gajo Desempregado

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 02:03

Tarólogas da SIC voltam a atacar

por Gajo, em 03.03.17

taróloga.jpg

Depois da Taróloga da SIC que aconselhou uma espectadora a "mimar" e a ter "paciência" com o marido que a fazia de saco de boxe, eis que a Helena, hoje, sugere a uma mulher em que o marido a "empalita" à grande, se "empinoque", e o obrigue quando chega a casa a "fazer ginástica". Tudo isto sem incomodar a cara-metade a "falar na amante". Continua,"canse-o com a ginástica". Remata com chave de ouro: "temos de ser mais espertas que as galdérias".

 

Primeiro ponto: dizer "ginástica" em vez de "sexo, devia dar direito a pente zero. Esta analogia vem do tempo em que ainda não se comia com talheres, e onde a mulher precisava de autorização do marido para sair do país, período onde a taróloga Helena ainda está presa.

 

Pessoalmente aconselho a SIC a fazer o teste das drogas às tarólogas e que não as deixe aproximarem-se do bar antes de entrarem no estúdio.

 

Parece-me esquisito que uma mulher que saiba que o marido acabou de trai-la, esteja à espera dele toda produzida e diga: "amor, vai lavar-te por baixo que vou para o quarto aquecer o motor". A opção a meu ver mais próxima da realidade, além de pedir o divórcio, seria o marido chegar a casa e ter lá a corporação de bombeiros da zona a apagar o fogo à senhora.

Para a taróloga Helena, além do não achar problemático o marido andar a pular a cerca, não se lembrou de alertar a ouvinte para o perigo do marido poder andar envolvido com mulheres cheias de bicho, sexualmente transmissível. Já que não o fez pelo menos deveria ter incentivado a mulher traída, de prenda de casamento, a oferecer preservativos, por exemplo, de sabor a frutos silvestres, para evitar que o esposo chegue a casa com travo a fruta estragada.

 

Dentro do registo da taróloga, um convite para a amante ir lá a casa fazer uma paella de "xaricas" para o marido, certamente o faria ter um carinho maior pela mulher.

 

Taróloga é uma palavra muito próxima de taralhoca. A SIC ganhava pontos em arranjar umas tarólogas que além de terem um baralho de cartas, jogassem com o baralho todo. Mas isto digo eu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38

No Maple Com o Gajo (Paulo Núncio)

por Gajo, em 02.03.17

paulo_nuncio195737ad_base.jpgÉ com muita alegria que recebo hoje "No Maple Com o Gajo", Paulo Núncio, ex secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, para falar um pouco sobre o tema que está na ordem do dia: a fuga dos 10 mil milhões para paraísos fiscais.

 

Gajo
Agradecer ter aceitado o convite que lhe enderecei. Já cá esteve o Doutor Marques Mendes, mas ainda não tinha o Maple.
Paulo Núncio
Ora essa, o prazer é meu. Estou aqui a olhar para o Maple…Isto para um desempregado parece-me caro. Espero que não ande a fugir ao fisco. É que não tenho um amigo nas finanças que não pode ver a sua situação fiscal.
Gajo
O que me está a dizer é que tem um amigo nas finanças que pode ver a minha situação fiscal.
Paulo Núncio
Sim.
Gajo
Como no caso dos 10 mil milhões. Não sabia, mas afinal sabia.
Paulo Núncio
Exatamente. Sou uma pessoa coerente. Deixe-me dizer-lhe uma coisa. Não há nada que diga que esse dinheiro sofra de alguma ilegalidade.
Gajo
E há algo que diga que esse dinheiro não sofra de alguma ilegalidade?
Paulo Núncio
Não sou uma pessoa desconfiada. Acredito nas pessoas, principalmente nas que usam botões de punho, e não precisam de ganhar a "Fatura da Sorte" para andar em carros com bancos de napa e volante de pau.
Gajo
Podemos então dizer que a falta de controlo destes 10 mil milhões que saíram do país, fazem parte da "Factura da Sorte" para contribuintes gourmet"?
Paulo Núncio
O sol quando nasce é para todos. Há quem possa pôr o dinheiro ao sol num paraíso.
Gajo
Ok, vamos ao que interessa. Vejamos as desculpas que o senhor deu sobre este caso dos 10 mil milhões para não ter feito o trabalho pelo qual recebia:


A) Não sabia
B) Sabia, mas ficou na dúvida do que fazer;
C) A culpa foi da autoridade tributária;
D) Deu uma não autorização;
F) Não quis beneficiar o infrator.


Paulo Núncio
Estive a tirar um curso de criatividade.

Gajo
Diga-me uma coisa: esta de não "beneficiar o infrator" é para rir não é?
Paulo Núncio
É
Gajo
Corrija-me: o senhor assume que há um infrator, correto?
Paulo Núncio
Palavra suas.
Gajo
Então se há um infrator, e não o quis beneficiar, pode ter acabado por o prejudicar? Um secretário de Estado dos Assuntos Fiscais tem a incumbência de beneficiar ou prejudicar um contribuinte? Nunca lhe passou pela cabeça cumprir a lei?
Paulo Núncio
Um momento. Deixe-me ir à net ver o significado de "cumprir" e "lei. Sabe que depois de passarmos pelo governo há termos que se nos varrem. Vide o Centeno.
Gajo
O Centeno era para ter vindo esta semana, mas 10 mil milhões sobrepuseram-se "ao erro de perceção mutuo".

Paulo Núncio

Sim, sim. Cá para mim o Gajo anda à procura de tacho.

Gajo

Tipo secretário de estado? 

Paulo Núncio

Tem bicho.

Gajo

Para um tacho qualquer partido serve. Gosto mesmo é do PAN. Aquilo é só ir lá ao fim do mês e não há chatices. Continuemos. Ouvi também o Paulo Núncio dizer que decidiu não agir neste caso dos 10 mil milhões porque, "o excesso de informação pública pode ser contraproducente".

Paulo Núncio

Sou uma pessoa que protege o contribuinte. 
Gajo
Mas no seu tempo existia informação pública sobre devedores às finanças.
Paulo Núncio
Não posso proteger todos! Ainda por cima são pessoas que deviam abaixo de sete euros e meio. A esses tinha a malha apertada. Era eu pessoalmente que controlava. Temos de combater os caloteiros. A legalidade e o pagamento de impostos são fundamentais para o sucesso de Portugal e para o bem comum.

Gajo
Assumiu a responsabilidade política e demitiu-se dos cargos no CDS. Demitir-se dos cargos do CDS compreende-se, pois ninguém aguenta os vestidos da Cristas; e ter um cargo no partido é como ser o chefe dos condóminos num prédio de dois andares só com um lado, e ter de levar com o Telmo Correia todos dias; agora diga-me: o que é isso de assumir a responsabilidade política?
Paulo Núncio
É a responsabilidade de não ter responsabilidades, e dá um ar sério.
Gajo
Mas no caso da "Lista VIP" não assumiu a responsabilidade política e ainda culpou o "porteiro".
Paulo Núncio
Aí tinha emprego, o Gajo mais do que eu devia perceber isso.

Gajo
Mas deixe-me tirar-lhe o chapéu e ajoelhar-me perante si, por ter um coração de ouro. Eu sugeria que o elevassem a pastorinho, e agora que vem cá o papa, que aproveitassem para lhe pôr umas asas. Tal como Jesus Cristo o Paulo Núncio também "morreu" para livrar a Maria Luís e o Vítor Gaspar do sofrimento, quando diz que eles não sabiam de nada.

Paulo Núncio
Acabou a entrevista! Quando é que me paga o que me deve?
Gajo
Eu?!
Paulo Núncio
Não ouviu a Assunção Cristas? "O país deve muito a Paulo Núncio". O Gajo sendo português tem um calote comigo. E como sou eu que faço o preço… deixe-me pensar…deve-me cinquenta euros.
Gajo
A Cristas também disse que o senhor era um homem de "elevado carácter".
Paulo Núncio
Disse? Ok, faço um desconto de quarenta e cinco euros.
Gajo

Mas eu não tenho.

Paulo Núncio
Então levo este centro de mesa e esta banana aqui. Sabe que eu não "beneficio o infrator".


E pronto foi a entrevista possível. Espero ter sido esclarecedora. 

 

PS - Se gostaram partilhem. Isso é porreiro. Pelo menos eu acho. Se coiso, fica assim. 

Até podem receber o que escrevo por email. Dito assim parece uma coisa boa. Basta porem o vosso email, no cimo do blog à direita - há lá um campo. Se coiso, fica assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:59


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga o Gajo no Facebook


Mais sobre mim

foto do autor










Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D



Os que já se arrependeram...

Histats